Gestor, você sabe controlar os custos da sua frota?

Gestor, você sabe controlar os custos da sua frota?

Nós sabemos que um gestor de frota, deve ter um controle de custos eficaz em todas as áreas da empresa, principalmente sobre os controles dos custos da frota de veículos, pois se essas despesas não forem bem administradas, poderão prejudicar a eficiência e os lucros do negócio.

Sim, e quando falamos de custos, englobam desde o combustível (custos variáveis) até o seguro do veículo (custos fixos). O que é muita coisa, independente do tamanho da sua frota.

Por isso, neste artigo vamos te ajudar a entender quais custos são esses e como controlar os custos da sua frota corporativa de maneira simples e prática. 

Boa leitura!


Quais são os custos fixos da frota?

Os custos fixos, são aqueles custos que a frota sempre vai ter e que o valor não varia dentro de um ano, por exemplo. 

Desse modo, os custos fixos são:

  • Infraestrutura: inclui o custo mensal do software de controle de frotas, materiais de escritório, móveis, dentre outros;
  • Licenciamento: são todos os gastos com o licenciamento anual de cada veículo. Lembrando que esse valor varia de um estado para o outro;
  • Impostos: nesta lista temos o IPVA (cerca de 4% do valor venal de cada veículo) e o seguro obrigatório DPVAT;
  • Seguro auto ou proteção veicular: é o seguro/proteção do veículo, indispensável para a segurança do motorista e da empresa. Ele é cotado normalmente em cerca de 5% do valor do veículo;
  • Depreciação: é a perda de valor de mercado anual que todo veículo sofre, ou seja, de ano em ano esse valor deve ser analisado pelo gestor.

Ou seja, os valores fixos devem ser analisados anualmente, mas também devem constar em uma planilha de histórico para o gestor se organizar e não ser pego de surpresa.


Quais são os custos variáveis?

Diferente dos custos fixos, os variáveis não possuem um valor fixo, pois dependem da quantidade ou valor que está no mercado.

Entretanto, eles são custos recorrentes e por isso, economizar é importante. 

São eles:

  • Combustíveis e lubrificantes; 
  • Rotinas de manutenção;
  • Pneus;
  • Multas;
  • Pedágios;
  • Estacionamento; 
  • Limpeza;
  • Seguro de carga;
  • Sinistro.

Ou seja, os custos variáveis devem ser verificados periodicamente pelos gestores para saber porque eles ficaram acima ou abaixo da média. Além disso, uma média desses custos deve ser feita para se ter uma noção dos custos mensais.

 

O que são os custos ocultos? E suas origens.

Um dos fantasmas que assombram gestores de frotas são os custos ocultos. Também chamados de não previstos ou não mensurados, esses custos podem ter várias origens e estão relacionados à falta de planejamento ou de mensuração de indicadores chave na operação da frota, prejudicando o orçamento e a eficiência operacional da empresa.

Desse modo, algumas origens dos custos ocultos são:

  • Manutenções inadequadas ou desnecessárias;
  • Dimensionamento falho da rota;
  • Equipe sem treinamento;
  • Falha de investimento;
  • Imprudência e má conservação dos veículos.

E sabe como evitar os custos ocultos, gestor? Com planejamento e tecnologia. Pois tendo softwares e ferramentas de gestão, muitos desses gastos são reduzidos e você consegue gerir a frota da melhor maneira possível.

 

Saiba como os sistemas de Telemetria Blockauto e ValeCard podem te ajudar!

A Blockauto disponibiliza tecnologia de monitoramento e telemetria avançada, ou seja, um aliado para gestão de condutores, operação e garantia de economia. 

Com informações transmitidas via GPRS e Satelital, com a Blockauto é possível acompanhar e analisar o método de direção de cada condutor individualmente, avaliar o desgaste do veículo, localização, deslocamento, distância percorrida, e particularidades da operação.

 Desse modo, os diferenciais da Blockauto são:

  •       Dashboard de gestão + app de gestão + app motorista;
  •       Gestão de viagens com reprodução 3D com precisão do KM rodado;
  •       Comportamento do condutor;
  •       Integração com relatórios de combustível e gestão de consumo;
  •       Reconstrução de acidentes 3D;
  •       Controle de custos;
  •       Atendimento 24h por central de monitoramento;
  •   Central de monitoramento de alertas e anomalias;
  •   Equipe de pronta resposta;
  •       Relatórios completos e customizáveis. 

 

Quer saber mais sobre o Blockauto? Clique aqui e saiba tudo sobre essa ferramenta para ajudar a controlar os custos da sua frota!

Compartilhar esta publicação